sexta-feira, 28 de abril de 2017

LEITORES DO TRIMESTRE

.
Pegas num livro.
Algumas palavras, a começar,
Dezenas logo a seguir.
Ultrapassas as centenas,
Milhares, com alegrias e penas,
Num constante descobrir.
Que fazer, quando o livro cessa?
Abres outro, e a aventura recomeça.
AC
.
.
Criar hábitos de leitura, eis a questão. Para nós, muito longe das fórmulas da verdade, o processo, apesar de trabalhoso, é simples, assim haja vontade: motivar, dar a conhecer obras e autores, motivar, insistir, ler, motivar, persistir... Em suma, o sucesso de qualquer coisa que ousemos vai muito para lá das coisas fofinhas: requer trabalho, algum talento, trabalho e mais trabalho.
Mais um trimestre, mais um pretexto para premiar, nas diversas turmas, os alunos que mais se distinguiram na aquisição de hábitos de leitura. Para a posteridade, aqui fica o registo dos premiados:
.
1.º ano
.
Leitor do Trimestre (oferta de um livro)
Diogo Miguel Barroqueiro Cascalho
.
Menções Honrosas (Diploma)
Guilherme Patrício Calvário
António Amaral
Miroslava Ternova
Ana Lara Costa Tavares
.
2.º ano

Leitor do Trimestre (oferta de um livro)
Carolina Filipa Lopes Ramos
.
Menções Honrosas (Diploma)
Maria Rita Esteves Mendes
Mafalda Sanches Diogo
Beatriz Carvalho Alves
Duarte Porfírio Correia
Leonor Carvalho Morais
.
3.º ano
.
Leitor do Trimestre (oferta de um livro)
Matilde Nunes Saraiva
.
Menções Honrosas (Diploma)
Lara de Castro Rocha Faria
Beatriz Castro Fradique
Joana Augusto Correia Martins
Alan Dinis Afonso Galante
Matilde Ribeiro Nogueira
Beatriz Ribeiro Marques
.
4.º ano
.
Leitor do Trimestre (oferta de um livro)
Mafalda Mateus Roque dos Reis
.
Menções Honrosas (Diploma)
Marta Godinho Nogueira
Tomás Miguel Antunes da Cruz
Mariana Sofia Quintela Esteves
Leonor Martins Marques
Iara Saraiva Lopes
.
Os prémios vão ficando registados, mas fundamental, mesmo, é que os alunos adquiram duradouros hábitos de leitura. Parabéns para todos os leitores!
.
.

quinta-feira, 27 de abril de 2017

TEATRO NA ESCOLA

.
.

SINOPSE
João passa os dias deitado no prado a olhar o céu, sonha acordado... pensando como seria bom viajar com as nuvens, ver o mundo lá de cima... Mas as tarefas diárias esperam por ele!
A sua mãe, uma pobre viúva, passa a vida preocupada com a inércia do rapaz. Já sem dinheiro são obrigados a vender a sua única fonte de rendimento, Branca, a velha vaca leiteira.
João põe-se a caminho da Aldeia com Branca e encontra um viajante que lhe propõe um negócio: trocar a vaca por um punhado de feijões mágicos, garantindo que se os plantar nessa mesma noite, no dia seguinte terá um pé de feijão tão alto que chegará ao céu. João aceita sem pensar duas vezes, não sabendo que a sua vida irá mudar para sempre.
.

PARABÉNS, LEONOR!

.
.
O meu nome é Leonor! Hoje faço sete anos e, à tarde, vou festejar o meu aniversário com os meus amigos. Sou muito divertida, responsável e distraída!
Quando estou na escola, no intervalo, gosto de brincar às escondidas e às apanhadas. Na sala de aula, gosto de trabalhar. Gosto muito de matemática e de estudo do meio. A letra "L" é a minha preferida porque é a primeira letra do meu nome.
Em casa, gosto de fazer penteados à minha mãe e cócegas ao meu pai.
Se fosse um animal gostava de ser um cão ou um gato. Gosto de todas as cores. Sou do Benfica e do Sporting.
Gosto de comer esparguete com molho de tomate, banana e a minha bebida preferida é água.
Quando for crescida, quero ser professora.
Gosto de todas as estações do ano, porque cada uma é divertida à sua maneira!
.
.
.

quarta-feira, 26 de abril de 2017

DIA MUNDIAL DO LIVRO - 23 DE ABRIL

.
Trabalho coletivo - 1.º ano
.
O livro é um amigo, é uma caixinha de surpresas.
Eu gosto de ler e adoro ver os meus livros. Quando entro nos meus livros, posso ler, aprender, rir, chorar, divertir-me e entreter-me. 
Os livros ensinam-me a conhecer o mundo que me rodeia. O livro é uma viagem e pode fazer-me sonhar e imaginar muitas aventuras.
Os livros não devem ficar esquecidos na estante porque ficam tristes.
O livro pode ter palavras e desenhos, pode contar-me histórias e aventuras.
O livro é um amigo a quem posso contar segredos.
.
Texto: Ana Lara Tavares - 1.º ano
.

PARABÉNS, LOURENÇO!

.
 .
Chamo-me Lourenço e fiz 7 anos no dia 22 de abril.
Sou um menino feliz, porque sou divertido e brinco com os outros. Quando os meus amigos estão no pátio, eu ajudo-os.
Gosto de jogar futebol e andar de bicicleta. Quando for crescido quero ser futebolista. Às vezes, sou guarda-redes, outras vezes, jogo a avançado.
O vermelho é a minha cor preferida e não gosto de verde. Gosto da seleção e sou do Benfica.
Eu sei que não faz muito bem à saúde, mas gosto muito de hambúrguer. A banana é o meu fruto preferido.
O leão é o meu animal preferido, porque é um animal poderoso.
Gosto muito do verão porque posso ir à praia, gosto de nadar e de fazer construções na areia.
Na escola gosto de matemática e de português e gosto de brincar com a professora.
Em casa, gosto de jogar no computador.
Tenho uma família grande e tenho duas irmãs: a Mafalda e a Gabriela. Gosto muito delas! Gosto da mãe e do pai porque eles me ajudam a crescer.
.
.
.

terça-feira, 25 de abril de 2017

25 DE ABRIL


Myroslava Ternova - 1.º ano
.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

LIBERDADE

.
.
.
Há uma luz que refulge, sulcando as trevas
Há um gesto que renasce, fazendo o dia
Há um canto que se ouve, quase em murmúrio
Há um despontar de vozes, quase melodia.
.
AC
.
.

VEM AÍ O TEATRO

.
.
Na próxima quarta-feira, dia 26, a nossa escola irá receber, mais uma vez, a Companhia Animateatro, do Seixal, que desta feita trará, na ementa, "João e o Pé de Feijão".
Será, sem dúvida, uma quarta-feira em grande.
.
.

PARABÉNS, BEATRIZ!

.
 .
A Beatriz fez ontem 9 anos e a sua festa foi na Quinta Pedagógica.
Ela tem cabelo e olhos castanhos. É simpática, amorosa, inteligente e divertida.
Gosta de esparguete com almôndegas, de manga e a água é a sua bebida preferida.
O animal de que mais gosta é o cão. Simpatiza com a cor rosa, gosta de ler livros da Luísa Ducla Soares, do Jogo da Glória, a sua disciplina preferida é Português e gostava de ir aos Açores.
Ela gosta de todos os alunos da turma, ouve música quando está sozinha e, quando for grande, quer ser veterinária.
Parabéns, Beatriz!
.
Texto: Joana Matias - 3.º ano
.
.
Ontem, dia 23 de abril, eu fiz 9 anos.
Eu tenho o cabelo castanho, olhos castanhos e pele clara.
Eu gosto de jogar ao Jogo da Glória.
Para mim cães ou cachorrinhos é a mesma coisa, por isso eu gosto das duas coisas.
Gosto de comer esparguete com almôndegas, beber água e a minha fruta preferida é a manga.
Quando estou sozinha gosto de ouvir música. A minha disciplina preferida é Português, gosto de ler livros da Luísa Ducla Soares e gostava de visitar os Açores.
Parabéns para mim!
.
Texto: Beatriz Fradique - 3.º ano
.
.

SARAMPO - INFORMAÇÕES À COMUNIDADE EDUCATIVA

.
 .
 .
.
.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

NA RUA DA MINHA TIA - O FILME

.
Num mundo tão controverso, pleno de ideias feitas, há coisas que, felizmente, marcam pela positiva. No que nos diz respeito, e circunscrevendo-nos aos últimos tempos, levar à cena "Na Rua da Minha Tia" foi uma delas: pelo trabalho que deu, pelo empenho que exigiu, pela determinação a que nos obrigou, pela solidariedade que suscitou, selando um trabalho de equipa que muito nos orgulha.
A mãe do Francisco Casimiro, com toda a boa vontade, encarregou-se de filmar a nossa presença na Praça do Município. Muito gratos e felizes da vida, tentámos, de imediato, colocar o filme no blogue, só que este não o aceitou. É que o filme tinha um Gigabyte, e o blogue só aceita, no máximo, filmes com 100 Megabytes. Foi a desilusão. 
Lembrámo-nos, então, de pedir ajuda ao prof. Joaquim Fonseca, mestre em questões informáticas. E, apesar da qualidade do filme se ressentir bastante, ele lá conseguiu colocá-lo de acordo com as condições exigidas pelo Blogger. Um enorme bem-haja, Joaquim!
.
video
.
.

PARABÉNS, JOANA!

.
.
A Joana Augusto é divertida, engraçada, distraída, aventureira, imaginativa e criativa. Ela tem uma capacidade incrível de perceber as coisas rapidamente.
Carolina Ribeiro- 3.º ano
.
A Joana Augusto é muito simpática e muito esperta. Ela é a menina com mais imaginação da nossa sala.
Beatriz Ribeiro - 3.º ano
.
Ela é bonita, inteligente, simpática, bondosa, querida, nunca se chateia com ninguém.
Joana Matias - 3.º ano
.
A Joana é uma pessoa fixe e uma grande amiga.
Francisco Mesquita - 3.º ano
.
É simpática, bonita, alegre, sábia e boa colega.
Matilde Nogueira - 3.º ano
.
É simpática, inteligente, amiga e tem muita imaginação.
Hugo Oliveira - 3.º ano
.
A Joana é fixe e emocionante. Quando as pessoas estão tristes ela tenta animá-las e muitas mais coisas.
Nádia Pereira - 3.º ano
.
Ela é muito simpática, imaginativa, muito criativa, amorosa, adorável e amiga de todos.
Matilde Esperanço - 3.º ano
.
A Joana é muito simpática e tem muita imaginação.
Lara Faria - 3.º ano
.
A Joana tem duas pessoas de que gosta muito: as suas irmãs Sofia e Margarida. Adora-as!
José Miguel - 3.º ano
.
Ela é bonita, engraçada, divertida e tem muita imaginação.
Maria Benedita - 3.º ano
.
A Joaninha é uma menina superinteligente.
Maria Santos - 3.º ano
.
A Joana é muito sábia, ela imagina muitas coisas.
Henrique Gomes - 3.º ano
.
A Joana é simpática, brincalhona e querida.
Matilde Saraiva - 3.º ano
.
A Joana tem olhos castanhos, cabelo castanho, é alta, magra, simpática e muito imaginativa.
Beatriz Marques - 3.º ano
.
.
Hoje, dia 21 de abril, eu faço 9 anos!
A cor do meu cabelo é castanho chocolate, a cor dos meus olhos é castanho lama. A minha roupa favorita é roupa prática.
O que eu gostava mesmo muito de fazer era arrancar a cara aos vilões como se não houvesse amanhã.
O meu livro favorito chama-se Mincraft Fortalezas Medievais e o meu jogo de tabuleiro preferido é Tom & Jerry.
Um dia eu gostava de ir a Espanha, nunca lá fui nem sei porquê.
A minha comida favorita é pizza, gosto do morcego, da cor preta e do canal Bigs.
Eu gosto muito de fazer anos e de fazer amigos, também não fazem mal a ninguém e amigos a faltar na vida é o que ninguém tem. Obrigado aos meus amigos por me apoiarem na vida, mesmo quando não faço anos.
Um obrigado especial aos meus pais, por me terem feito nascer, e obrigado às minhas irmãs por terem sido o meu presente mais valioso e continuarão a ser por toda a vida.
Parabéns para mim!
.
Texto: Joana Augusto - 3.º ano
.
Os desejos da Joana traduzidos no ritual de trincar a vela
.
.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

O DÉCIMO PLANETA

.
 .
Em 2053 a astronauta Maria Estrela, uma apaixonada pela descoberta do universo, descobriu um novo planeta. Como encontrou neste novo planeta água e flores, decidiu chamar-lhe planeta Florástica.
Maria Estrela descobriu-o quando estava a fazer uma viagem e o motor da sua nave falhou. Pensava que estava perdida, quando descobriu uma esfera maravilhosa. Conseguiu aproximar-se e viu que tinha água e estava coberta de flores de todas as cores. Aterrou no planeta onde havia uma oficina velha sem ninguém. Conseguiu reparar a sua nave e voltou à Terra para trazer esta nova notícia.
Temos agora no nosso sistema solar um planeta novo onde um dia poderemos viver.
.
.
Texto: Maria Santos - 3.º ano
Ilustrações: Hugo Oliveira - 3.º ano (em cima) e Nádia Pereira - 3.º ano (em baixo)
.
.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

MATRÍCULAS - 1.º ANO

.
Clicar para aumentar
..

terça-feira, 4 de abril de 2017

NA RUA DA MINHA TIA - AGRADECIMENTO

.
.
O dia - por que não confessá-lo? - começou com um discreto nervosismo, oculto nos gestos, nas atitudes, mas que teimava em insinuar-se. Estavam em causa dias de trabalho intenso, para alguns quase impensável, pois ousar colocar quase cem crianças na mesma encenação, em simultâneo, era coisa de loucos. Mas nós acreditámos. Fomos em frente, ousámos, transpirámos. Cada ensaio deixava sempre, como herança, um novo desafio, uma nova angústia, mas o dia seguinte era sempre um novo dia, deixando, no final, sinais de que era possível, por mais ínfimos. E nós insistíamos.
Os sinais, mais depressa do que imaginávamos, começaram a transfigurar-se para melhor. Os alunos começavam a perceber a mensagem, a vestir a sua roupagem, a construir o cenário da utópica rua, senhora de mil e uma vivências. E, já se sabe, quando uma ideia começa a ganhar corpo, a motivação ganha asas.
.
.
Hoje à tarde, na Praça do Município, a representação de "Na Rua da Minha Tia" ganhou, finalmente, carta de alforria. Os alunos, os grandes intérpretes de tudo o que vínhamos ensaiando, deram corpo e alma à ideia, passando para os assistentes a mensagem de que foram incumbidos. E foi bom sentir, no final, que todo o seu esforço tinha correspondência do outro lado. Como em tudo na vida, a verdadeira recompensa surge sempre depois do esforço. E eles mereceram bem os aplausos.
.
.
Era suposto haver, a estas horas, uma reportagem mais alargada sobre o evento. Mas, como facilmente compreenderão, era impossível fazê-lo. Temos cerca de 800 fotografias para analisar e trabalhar, um filme para editar e, acima de tudo, uma complexidade de trabalho burocrático - avaliação oblige - para enfrentar de peito feito. Fica, no entanto, a promessa: nos próximos dias, mesmo à custa do tempo de férias, surgirão por aqui "pegadas", o mais nítidas possível, da nossa passagem pela Praça do Município.
.
.
Por fim, e não menos importante, os agradecimentos: aos pais e a toda a comunidade, que acreditaram sempre; ao pessoal da Moagem, pelo contributo da aparelhagem e dos microfones; ao João Ramalho, pela disponibilidade em transportar os acessórios; às mães do Lourenço, da Mafalda, da Leonor e do Afonso, pelo empenho nas pinturas faciais; aos pais do Francisco, pela reportagem fotográfica e pelo filme; à professora Lurdes, mentora da Matilde, que lhe soube transmitir as notas certas do acordeão; às assistentes operacionais, pelo empenho e pela disponibilidade; aos professores que, desde o início, acreditaram que era possível passar o Rubicão; e mais, muito mais...
Ainda em pleno rescaldo emocional, sabem uma coisa? Até um dia destes!
.
.
.

segunda-feira, 3 de abril de 2017

NA RUA DA MINHA TIA - ÚLTIMAS AFINAÇÕES

.
.
A apresentação ao público de "Na Rua da Minha Tia" é já amanhã. Professores, alunos e assistentes operacionais não se têm poupado a esforços, mantendo-se ligados à corrente em tudo o que diz respeito ao evento.
Hoje, de manhã, houve ensaio geral, em busca da melhor forma de limar as principais arestas. As coisas, pela amostra, parecem estar a andar bem. 
.
.
Entretanto, na retaguarda, as assistentes operacionais, a Teresa e a Raquel, dão os últimos retoques nas casas, com a prof.ª Graça a aparecer como reforço. O ambiente é de boa disposição, com elas a garantir que vão criar uma empresa de construção. :)
Nos bastidores, a prof.ª Fernanda, a prof.ª Júlia e o prof. Agostinho dão plena atenção a pequenos pormenores: cartolas dos declamadores, máscara do leão, antenas das formigas e das joaninhas, fato do caracol, e tantas outras coisas. O prof. Vítor já tratou, entretanto, de todos os compromissos ligados à esferovite. Fazem-se telefonemas. Confirma-se o contributo logístico de microfones e de uma aparelhagem por parte da Moagem. Certifica-se que a Matilde, que terá a seu cargo um acordeão, tem a lição bem sabida. Dão-se mais uns lamirés aos declamadores. Alguém alerta que um fato precisa de linha e agulha. Chega-nos a notícia a confirmar que algumas mães irão colaborar, amanhã, nas pinturas faciais. Escreve-se o texto da apresentação. E mais, e mais, e mais...
Até ao fim do espetáculo, amanhã, é impossível desligar desta corrente que nos arrasta, nos motiva, nos absorve, nos consome. O descanso, no entanto, continuará em lista de espera, pois a burocracia das avaliações, que já se começou a instalar, não nos irá dar tréguas.
.
.
Nota: Todos nós, principalmente os alunos, gostaríamos de sentir, amanhã, o vosso apoio. Bem sabemos que muita gente estará, a essa hora, a trabalhar, mas há sempre um amigo, um primo, um avô, a quem passar a mensagem. Portanto, já sabem: o encontro fica marcado para as 14:30 de  amanhã, dia 4 de abril, na Praça do Município. Contamos convosco! 
.
.

MY AUNT'S STREET

.
Cesta com poemas em inglês para distribuir. Fotografia de Dina Costa
.
A obra que amanhã iremos dar à estampa, "Na Rua da Minha Tia", que está a motivar miúdos e graúdos, também entrou no goto das duas professoras de Inglês curricular que trabalham na nossa escola, Sandra Rodrigues e Dina Costa. Tentaram, em primeira instância, fazer a tradução das quadras para inglês, mas o resultado obtido, tendo em conta a poética da coisa, em que a rima é fundamental, não lhes agradou. Optaram, então, por elaborar alguns poemas (oito) com o mote a recair em "my aunt´s street", ou seja, "na rua da minha tia", de que deixamos dois exemplos.
Um especial bem-haja para elas.
Spring is Here!
.
Spring is here!
At my aunt’s street!
Spring is here!
Goodbye, snow.
Flowers grow.
At my aunt’s street! 
Birds and bees.
Leaves on trees.
At my aunt’s street!
Hello, Spring.
Hello, Spring!
Come to my aunt´s street!
.
.
Little Pine Tree 
.
I´m a little pine tree 
Growing up at my aunt’s street! 
As you can see, 
All the other pine trees 
Are bigger than me. 
Maybe when I grow up 
Then I’ll be a great big tree! 
Here, at my aunt’s street!
.
.