sexta-feira, 13 de julho de 2018

BOAS FÉRIAS!

.
.
Há um tempo 
para ir e forjar
o mapa do mundo
de cabeça no ar
como se nada contasse
como se tudo contasse
como se tudo estivesse 
à mão de semear
no confim do sonhar
sem nada a preocupar
como se fosse fácil
começar a voar...
.
BOAS FÉRIAS!
.
.

terça-feira, 3 de julho de 2018

A SAÍDA DO NINHO

.
.
Um dia, já lá vão quatro anos, quatro mãos cheias de pequenotes bateram à porta. Traziam desenhado, nos gestos, um misto de curiosidade e receio, mas com uma luz inconfundível a adornar-lhes o olhar. Às costas traziam uma mochila imensa, repleta de livros e apetrechos, mas eles nem lhe sentiam o peso. Queriam, qual vontade indómita, aprender a ler, queriam descodificar o mundo, queriam crescer...
Muito se passou, entretanto, muitas aventuras se viveram. E, quase sem se darem conta, cresceram braços e pernas, dilatou-se o conhecimento do mundo, começou a germinar a autonomia. E sempre, mas sempre, bordada por uma enorme curiosidade, temperada pelas brincadeiras sem fim do recreio.
O tempo passou, pleno de exigências e afetos, e as asas foram-se insinuando, cada vez maiores, ávidas de sobrevoar fronteiras, sejam elas quais forem. Ainda há receios, pois é claro, mas transportam consigo uma luz única, primordial, própria de todos os aprendizes: querem compreender, querem abraçar, querem conquistar.
O caminho será longo, pleno de pedras e pedrinhas, aqui e ali algum calhau, quiçá um pedregulho. Mas, se se recordarem da orientação do voo, chegarão, com maior ou menor dificuldade, sempre a bom porto.
Ao ver-vos partir, há uma parte de nós que se angustia, qual pai que vê partir um filho para lá da segurança do ninho. Mas há outra, sempre presente, que se orgulha do trabalho feito, que sente, na plenitude, a vossa vontade de vencer.
Que o vosso voo abrace a plenitude, minhas eternas avezinhas!
.
.

quinta-feira, 28 de junho de 2018

UM INFINDÁVEL BEM-HAJA!

.
.
Quando, no findar duma etapa, os astros se conjugam pelas melhores razões, nada mais resta que ficarmos gratos à vida pelas opções feitas. Valeu a pena, vale sempre a pena, quem dá acaba sempre por receber..
Já o devia ter dito, eu sei, mas nunca é tarde. Foi um momento gratificante, de enorme significado. Um enorme bem-haja, do fundo do coração!
.
.

terça-feira, 26 de junho de 2018

MATRÍCULAS - 5.º ANO

.
Informam-se os Encarregados de Educação dos alunos que concluíram o 4.º ano que já estão calendarizadas as matrículas no 5.º ano. Assim, para os alunos que frequentaram a Escola de Aldeia de Joanes, foi estabelecida a seguinte data:

Local: Escola Serra da Gardunha, sala 3;
Dia: 3 de julho;
Hora: das 14 às 17 horas.
.
Documentos a apresentar pelo Encarregado de Educação no ato da matrícula:

- Ficha de matrícula (A fornecer pela Secretaria)

- Uma fotografia

- Bilhete de Identidade / Cartão do Cidadão

- Cartão do Utente

- Cartão da Segurança Social

- Cartão do Contribuinte

- Boletim de vacinas em dia

- Comprovativo de morada, de acordo com a legislação em vigor (APENAS EM CASO DE PEDIDO DE TRANSFERÊNCIA)
.
.

sexta-feira, 22 de junho de 2018

LEITORES DO TRIMESTRE

.
Há um livro que, com jeitinho,
me convida p'ra dançar:
promete-me mil aventuras,
repletas de penas e doçuras,
comigo sempre a voar.
AC
.
O tempo voa, inexorável, indiferente às nossas pressas ou vagares. Há, pois, que tentar suavizá-lo, adoçá-lo, qual eterna busca da fórmula que nos torne mais tolerantes, mais felizes, enquanto damos vazão às eternas dúvidas que apoquentam o ser humano.
Ler é, decididamente, um bom caminho a trilhar para tentar colmatar as nossas constantes lacunas, uma forma de nos sentirmos mais preenchidos. É por isso que, ano após ano, teimamos nas estratégias de desenvolver hábitos de leitura, premiando os leitores mais assíduos, no final de cada trimestre. E, no final deste período, os leitores que mais se destacaram, nas diversas turmas, foram:
.
1.º ano
.
Leitor do Trimestre (oferta de um livro)
Afonso da Costa Reis
.
Menções Honrosas (Diploma)
Alice Isabel Batista Tinalhas
Beatriz Ascenção
Núria de Castro Rocha Faria
Santiago Bimba dos Santos
Santiago Isidoro Simão
.
2.º ano
.
Leitor do Trimestre (oferta de um livro)
Diogo Barroqueiro Cascalho
(na sua ausência, o Simão substitui-o na foto)
.
Menções Honrosas (Diploma)
Guilherme Patrício Calvário
(na sua ausência, substituído na foto pelo Gabriel)
Ana Lara Costa Tavares
Lourenço Miguel Silva Correia
Núria Viveiros Mendes
.
3.º ano
.
Leitor do Trimestre (oferta de um livro)
Leonor Jankowski Barroso
.
Menções Honrosas (Diploma)
Afonso Manuel Oliveira Gregório
Beatriz Carvalho Alves
Dinis João Rolão da Cruz
Laura Filipa Faia André
Mafalda Sanches Diogo
Maria Rita Esteves Mendes
.
4.º ano
.
Leitor do Trimestre (oferta de um livro)
Beatriz Castro Fradique
.
Menções Honrosas (Diploma)
Matilde Ribeiro Nogueira
Hugo Miguel Arribança Oliveira
Maria Benedita Rolão Lopes
.
Agora, terminado o ano letivo, é hora de pausa, de usufruir das benesses estivais. Mas, podem crer, o ato de ler adequa-se a qualquer lugar, a qualquer circunstância. E como é bom folhear um livro nas longas tardes de verão!
Boas férias e... boas leituras!
.
.

EXISTEM FILTROS DE ÁGUA NA NATUREZA?

.
.
A questão da água assume, nos dias que decorrem, um papel fundamental no bom desempenho da vida no nosso planeta. Há que saber cuidá-la, poupá-la, caso contrário passaremos por muitas dificuldades. É que a natureza, por si só, começa a dar sinais de incapacidade.
Uma questão que se coloca, para quem inicia o estudo daquilo que nos rodeia, é saber se a natureza (ainda) dispõe de filtros para a água.
.
.
Para responder a essa questão, a Joana Augusto serviu-se do seguinte material:
- duas garrafas de água de 1,5 l;
- tesoura;
- solo;
- filtro de café;
- água da torneira;
- uma garrafa com água suja (água misturada com solo, restos de folhas...);
- calhaus, cascalho, areia grossa e areia fina.
.
.
A Joana deveria cortar as garrafas grandes ( de 1,5 l) acima do meio e colocar a parte superior da garrafa virada para baixo a fazer de funil, trabalho esse feito, antecipadamente, em casa.
Com tudo a postos, colocou uma pedra grande a tapar o gargalo, depois pedras mais pequenas, uma camada de cascalho e, por fim, uma camada de areia.
(O outro filtro, entretanto, ficou munido com um papel de filtro) 
.
.
A seguir deitou da torneira numa garrafa com solo, agitou-a e... 
.
.
...deitou-a, alternadamente, nos dois filtros.
.

.
A água saída do filtro de papel estava límpida, mas a outra nem por isso.
.
.
Então a Joana, decidida, resolveu reformular o filtro natural, colocando melhor os seus componentes. Voltou a deitar água suja e... desta vez o resultado foi melhor.
.
.
Conclusão: a água suja ao passar por areia, cascalho e calhaus ficou com um aspeto mais límpido. Estes materiais funcionaram como um filtro natural.
Boa, Joana!
.
.

A MARIA

.
.
A Maria faz anos no dia 26 de junho.
Ela é alta e magra e tem cabelo e olhos castanhos. É engraçada, simpática, divertida. 
A música preferida dela é "Maria", dos Xutos e Pontapés.
Ela gosta da cor rosa choque, gosta do verão, gosta de arroz de pato.
Ela gosta de Inglês, gosta de usar macacão, gosta muito de coelhos.
Quando ela for grande quer ser ciclista.
Ela adora o verão porque pode ir à piscina e à praia.
.
Texto: Beatriz Ribeiro - 4.º ano
.
.

quinta-feira, 21 de junho de 2018

O FRANCISCO

.
É hábito, nesta escola, comemorar aniversários, uma forma, como muitas outras, de festejar a vida.
Ora sucede que alguns alunos festejam os anos em período estival, fora do âmbito escolar, sem poderem sentir o calor, por escrito, daquilo que os colegas e amigos pensam deles. Como a turma do 4.º ano está de partida, decidiu-se que os dois alunos - o Francisco e a Maria - que comemoram os anos no verão também tinham direito a umas palavrinhas calorosas.
Começamos pelo Francisco.
.
.
O Francisco é alto, magro, tem olhos e cabelos castanhos e pele morena.
Ele é muito bonito, simpático, divertido e fascinante. Não fala muito alto, mas é engraçado, joga muito bem futebol e muitos outros adjetivos que não acabavam.
A cor laranja é a preferida do Francisco. Gosta do senhor professor Agostinho porque é divertido e um bom professor.
O verão é uma estação do ano que ele adora para poder andar de calções e de t-shirt.
Quando ele crescer quer ser futebolista, ele admira o Cristiano Ronaldo.
Gosta do escritor António Torrado e gostaria de ir ao Japão.
.
Texto: Beatriz Fradique - 4.º ano
.
.
O Francisco é um menino que no futuro sonha ser
Futebolista. Ele diz que o seu jogador de futebol preferido é o
Ronaldo. Ele gosta do filme Avatar e o escritor preferido é o
António Torrado.
Não gosta do Trump, diz que ele tem cabeça de milho. A comida preferida é
Calzonne, a sua banda preferida são os
Imagine Dragons. Não é como eu, não
Se atrasa. Gosta do jogo Fifa 2018 e a cor preferida é o
Cor-de-laranja.
O seu refresco preferido é groselha.
.
Texto (em jeito de acróstico): Simão Santos - 4.º ano
.
.

quarta-feira, 20 de junho de 2018

CARICATURAS - 3

.
Caricatura da Lara
Autora: Joana Martins - 4.º ano
.
.

terça-feira, 19 de junho de 2018

CONCURSO ORTOGRÁFICO

.
.
A arte de bem ensinar não tem uma fórmula definida, apesar de muita gente se chegar à frente para vender ideias requentadas como se de novas se tratassem. Para lá dos méritos de qualquer método, não há nenhum, podem crer, que dispense o trabalho, puro e duro, para ter êxito.
Neste 3.º período, e tendo em vista uma maior eficácia, ao nível ortográfico, dos alunos, decidiu-se embarcar numa estratégia, muito simples, que fizesse com que os alunos se preocupassem, não só com o conteúdo, mas também com a forma (correta) como escrevem. Vai daí nasceu o Campeonato Ortográfico, que consistiu em 18 exercícios previamente anunciados. Os alunos estudavam o conteúdo e, na hora marcada, tinham que mostrar, escrevendo corretamente, aquilo que valiam. Após a correção, os resultados eram afixados com os resultados de cada um. E era vê-los, exercício após exercício, a consultar a tabela!
Hoje, socorrendo-se dos conhecimentos matemáticos, toda a turma participou no tratamento de dados do concurso. Distribuiu-se, individualmente, uma tabela com os resultados, contaram os pontos de cada um, conferiram os resultados em grupo e, depois de acertarem algumas agulhas, acharam a média individual, dividindo o total de pontos obtidos pelo número de exercícios em que participaram.
Efetuados todos os cálculos, não demoraram muito tempo a tirar conclusões, apesar de os resultados apurados, salvo um ou outro caso, serem muito equilibrados. E, devidamente certificado por todos, apurou-se que quem tinha direito aos prémios (material escolar) era...
1.º lugar - Matilde Saraiva
2.º lugar - Joana Matias
3.º lugar - Beatriz Ribeiro
Elas estavam felizes (os rapazes ficaram um pouco ciumentos), pois esforçaram-se e merecem os parabéns. Mas creio que, e perdoem-me a imodéstia, mais feliz estava o professor por ver que, exercício após exercício, as competências de cada um iam aumentando.
.
.