sexta-feira, 29 de maio de 2015

PROBLEMA DA SEMANA

.
.
UMA QUESTÃO DE NOVES
.
Tendo como recurso, a nível de algarismos, apenas o 9, que terás de usar seis vezes, que expressão matemática terás de utilizar para obter o resultado 100?
.
.

quinta-feira, 28 de maio de 2015

ALUNOS DE ALDEIA DE JOANES À DESCOBERTA DA FLORA E DA FAUNA NA GARDUNHA

.
.

ROTA DA PEDRA D'HERA - II

.
.
Esta terça-feira fomos fazer a Rota da Pedra d'Hera com os nossos professores, a nossa auxiliar e com a mãe da Camila, para nos guiar.
Partimos por volta das 9 horas. Fomos até às piscinas, e foi aí que a mãe da Camila nos deu um papel para que, à medida que víssemos essa planta, escrevêssemos o nome dela. As plantas que vimos foram asphodelus, asphodelus bento-rainhae, sargaço, giesta amarela, erva-das-sete-sangrias, salgueiro, sabugueiro, freixo, rosmaninho, carvalho, castanheiro e pinheiro.
Comemos cerejas, vimos um cão Serra da Estrela, um pastor alemão e depois voltámos para trás e fomos a Alcongosta de autocarro.
Quando lá chegámos fomos a uma ribeira, onde apanhámos girinos, uma rã ibérica e uma salamandra bebé.
Eu encontrei girinos. O Monteiro meteu um pé dentro de água, ele queria apanhar um girino para ficar com ele, mas não podia. 
E depois viemos para a escola.
.
.
Texto: Bruno Luz - 4.º ano
Ilustrações: Juliana - 4.º ano (em cima) e Daniela - 4.º ano (em baixo)
.
.

quarta-feira, 27 de maio de 2015

PELA GARDUNHA - CASTINÇAIS, ABRÓTEAS, GIRINOS E PAPEL HIGIÉNICO

.
 .
A Gardunha, verdadeiro pulmão da nossa região, é paixão permanente que a nossa escola procura , a todo o transe, cultivar. Sempre que possível, aliamo-nos a pessoas e instituições que nutrem o mesmo gosto, de modo a que os nossos alunos possam começar, a pouco e pouco, a deixar-se seduzir por belezas únicas, inspiradoras, situadas mesmo ao pé da porta.
A Sandra, do Gabinete Qualidade de Vida da Câmara do Fundão, é a nossa habitual cicerone pelas andanças na Gardunha. Este ano a ideia foi "cheirar" um pouco a fauna e a flora e, após algumas sessões teóricas, maio foi o mês escolhido para a visita ao terreno. 
.
.
As outras turmas, as dos mais velhos, já lá tinham ido, hoje calhou a vez aos caloiros, os alunos do 1.º ano. Prometeram colaborar, cumprir o pacto com a Natureza, e bem se esforçaram por isso, mas o entusiasmo das crianças nestas idades é difícil de controlar. A cada descoberta, por mais ínfima (para eles só há coisas em tamanho XL), sentiam necessidade de comunicar, de exclamar, de interrogar...
Por entre ervas e arbustos, árvores e passarada, regatos e girinos, a manhã lá foi passando, com o entusiasmo sempre em modo exclamativo.
 .
.
Às tantas, e como é da praxe, alguns alunos dizem que têm vontade de fazer xixi. Nada de transcendente, a serra é grande. Uma aluna, um pouco mais demorada que os outros, é questionada pelo seu atraso.  A justificação, bordada de genuína incredulidade, surgiu, espontânea:
- Não havia papel higiénico!!!
Eles, nestas idades, são mesmo únicos.
.
.

terça-feira, 26 de maio de 2015

PASSO A PASSO COM O COMPASSO

.
Daniela Mendes
.
De há uns dias para cá, os alunos do 3.º ano têm andado às voltas com o compasso. Este instrumento de desenho, inventado para traçar arcos de circunferência, requer, à semelhança de outros instrumentos, o seu treino. E eles têm praticado, verdade seja dita! 
Ultimamente, já é o compasso que anda às voltas, numa dança imparável, rodopiando, rodopiando, traçando composições diversificadas. As circunferências vão ganhando vida na forma de lagartas e joaninhas, de anéis entrelaçados, de rosáceas de múltiplas pétalas... 
Eis alguns dos desenhos realizados, mas certamente se publicarão outros, uma vez que o compasso já vai rodopiando, com alguma criatividade, nas mãos destes "artistas". 

Diogo Monteiro
Margarida Matos
Joana Agostinho
.

segunda-feira, 25 de maio de 2015

A HISTÓRIA DO QUICO

.
Este é o Quico, o gato da Daniela.
.
Vou contar-vos a história do Quico, que antes de ser Quico, o meu Quico, era uma gato vadio, como tantos outros que andam aí pelas ruas.
Um dia, quando eu estava no parque, encontrei uma ninhada de gatos debaixo de uma carrinha. Disse à minha mãe se podia tentar apanhar um para levar para casa. E ela deixou.
Levei-o para casa, lavei-o e arranjámos-lhe um nome.
- Vai chamar-se... Quico! - disse eu.
E Quico ficou.
Durante alguns meses, ensinámos-lhe a portar-se como um gato de estimação e eu também aprendi as suas manias. 
Ainda hoje gosta de comer restos de comida, de beber leite e gosta de caçar ratos. Mas já vai fazendo o que eu digo!
Um dia destes, trouxe o Quico para a escola para os meus colegas o conhecerem. Primeiro, o Quico estava um pouco envergonhado, meteu-se debaixo do armário e só queria esconder-se. Depois, entrou para dentro da televisão que temos na sala de aula, até parecia que estávamos a ver um programa sobre gatos! Começou a estar mais à vontade e subiu para cima das mesas, recebeu miminhos e até mostrou a sua boa forma física trepando para a janela!
Uma das coisas mais estranhas que já fez foi abrir o vidro do carro! 
Gostei muito de trazer o Quico para a escola, pois ele é um amigo muito especial!
.
Texto: Daniela Mendes - 3.º ano
.
.
.

domingo, 24 de maio de 2015

PROBLEMA DA SEMANA - RESULTADOS

.
Maio, mês de cores e aromas, tem o condão de fazer suaves carícias à alma, acenando com promessas de outros patamares. Contudo, em hora de compromissos, o patamar é mesmo ser certeiro e conciso, o respeito pelos participantes no Problema da Semana assim o exige.
Esta semana a questão gravitava à volta do retângulo perfeito, o quadrado, mais concretamente no número existente numa determinada imagem. As respostas, como é habitual neste tipo de questões, foram variadas, mas é importante salientar que, à medida que o tempo passa, o "olhar" dos participantes se torna cada vez mais apurado.
Socorrendo-nos do nosso quadro (assim é fácil, eu sei), a evidência ganha contornos luminosos, assentando harmoniosamente na compreensão de cada um. Então lá vai...
.
.
Perante a eloquência do quadro, ao observador mais não resta que contar. Assim, e seguindo a ordem das imagens, temos: 1 quadrado grande, 9 quadrados pequenos e 6 quadrados médios, ou seja, 16 quadrados.
Olhando agora para a caixa de comentários, constatamos, com agrado, que muitos concorrentes responderam acertadamente. Contudo, nestas coisas há sempre um primeiro e, à semelhança da semana passada, a Mariana foi a mais eficaz, aliando a  perspicácia à rapidez. Parabéns, Mariana!
Como as sextas-feiras de junho (5, visita de estudo; 12, último dia de aulas) são inibidoras deste tipo de atividade, a próxima sexta-feira, dia 29 de maio, conhecerá o epílogo do Problema da Semana. Como tal, vamos tentar "enigmar-vos" de forma diferente. Fica a promessa.
Uma boa semana para todos!
.
.

sexta-feira, 22 de maio de 2015

PROBLEMA DA SEMANA

.
QUADRADOS

.
Hoje, Dia do Abraço, o Problema da Semana resolveu homenagear a nata dos retângulos, o quadrado, designado como retângulo perfeito. Assim sendo, e já que estamos entre gente participativa, a melhor forma de o fazer é responder à seguinte questão:
Quantos quadrados existem na figura?
.
.

PEQUENOS OLEIROS

.

quinta-feira, 21 de maio de 2015

VISITA DE ESTUDO - O LOCAL DO ALMOÇO

.
Porto - Parque da Cidade
.
Quem organiza qualquer evento tem que ter a perfeita noção de que, por mais que planifique, há sempre pequenos grãos de areia a exigir reformulação do que se tinha em mente. Foi o que aconteceu connosco, no que respeita à intenção de alimentarmos o corpo no Parque de Serralves, um local concebido para alimento da alma. Seria uma perfeita simbiose. Na impossibilidade de aí almoçarmos (a visita mantém-se), pareceu-nos que a melhor solução seria o Parque da Cidade, com a vantagem de, para além da sua beleza, se situar pertíssimo do Sea Life. Como diz o ditado, há males que vêm por bem.
.
.
.