domingo, 26 de junho de 2011

UMA COMUNIDADE EXEMPLAR

..
A Festa do Ciclo do Pão foi, reconhecidamente, um momento de grande convívio e partilha de toda a comunidade educativa de Aldeia de Joanes.
Mas houve mais para lá do óbvio. Muito mais. Quem esteve atento, ter-se-á com certeza apercebido do grande número de pessoas em constante actividade, na sua maioria pais dos alunos. Mas, já antes, muitos tinham dedicado o seu esforço em prol da festa: em reuniões, a cozer pão, a cozinhar, a dar fundamento à quermesse, a montar todo o equipamento necessário para a realização do evento...
Outra colaboração fundamental foi o das pessoas do Grupo de Cantares, verdadeiros guardiões duma cultura que teimam em preservar. E foi através do seu belíssimo contributo a cantar, a ceifar e a malhar que se ilustrou muita da teoria dos nossos alunos.
Para terminar, uma palavra para a Junta de Freguesia: foram inexcedíveis!
Uma comunidade assim, que se envolve, participa, vive as coisas por dentro, só pode ser exemplar. Ou, dito de outra forma, é uma verdadeira riqueza.
. .

sábado, 25 de junho de 2011

RECORDAR A VISITA - SOUTO DA CASA

.




Agradecemos à Câmara Municipal do Fundão, ao Presidente da Junta de Freguesia do Souto da Casa e à Carla.


.

VISITA À CASA DO GANHÃO E À AZENHA - SOUTO DA CASA

.No dia 20 de Junho, por volta das 9 horas, saímos da escola no autocarro da Câmara Municipal do Fundão para irmos ao Souto da Casa visitar a Casa do Ganhão e a azenha.
Chegámos ao Souto da Casa onde fomos recebidos pela Carla e seguimos a pé até à Casa do Ganhão. A Carla disse-nos que nesta casa vivia um senhor muito rico que tinha uma junta de bois. Ele realizava trabalhos agrícolas recebendo pelo seu serviço, por exemplo, sacas de cereais ou outros produtos. A casa que visitámos era muito antiga. Não tinha luz eléctrica nem água canalizada e as divisões eram muito pequenas. Como não havia luz eléctrica, a Carla explicou-nos que as pessoas se deitavam cedo e se levantavam por volta das 6h da manhã para tratarem do campo e dos animais. Vimos mobílias muito antigas, tachos pendurados na parede, talheres, candeeiros a petróleo, ratoeiras, camas de ferro, utensílios de barbear, arcas para guardarem os cereais e para a conserva da carne... Os alimentos eram cozinhados no lume e por cima dele havia canas para os fumados. No andar de baixo, vimos a loja onde guardavam os animais. Havia rodas de carroça e instrumentos agrícolas.
Continuámos a nossa visita de estudo caminhando até à Azenha da Figueira. Passámos por uma linda ribeira e vimos cabras presas a uma árvore. Eram muito engraçadas! Lanchámos junto à ribeira, parecia mesmo um piquenique! A azenha era habitada por um moleiro, onde vivia e moía os cereais. Era uma casa grande: na sala havia peneiras de várias formas penduradas na parede, rodilhas, instrumentos utilizados na moagem, tabuleiros, ferros de passar muito antigos... A Carla explicou-nos que a força da água da ribeira fazia mover a roda gigante que estava ligada à máquina onde os cereais eram esmagados pela mó para serem transformados em farinha.
Como estava na hora de regressar, retomámos o caminho a pé até ao autocarro que nos trouxe de volta à escola. Pelo caminho pudemos ver a serra, uma bonita paisagem! Foi uma visita muito interessante e uma caminhada divertida!


Texto: António Correia e Guilherme Lourenço - 3º ano
.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

INSTANTÂNEO DA FESTA

.
Mão amiga fez-nos chegar este vídeo com um pequeno extracto da actuação da Tuna Castra Leuca.
A qualidade do som e da imagem deixam muito a desejar, mas, apesar disso, achámos que seria interessante deixar aqui o registo.
Obrigado, Zé!
.

video
.
.

RECORDAR A FESTA...




.

FESTA DO CICLO DO PÃO - 2

.No dia 18 de Junho, todos os alunos chegaram à escola preparados para a Festa do Ciclo do Pão. Por volta das 19h, partimos para a seara acompanhados por um grupo de bombos, "Os Corre Adegas".
Quando chegámos à seara já estavam pessoas à nossa espera. Depois todos os alunos fizeram uma roda à volta do grupo de bombos que continuou a tocar num ritmo muito animado.
Em seguida, dirigimo-nos para junto do palco, onde os alunos do 4º ano deram as boas-vindas e representaram a peça "A Galinha Ruiva". Depois do teatro estávamos à vontade, podíamos ir às rifas, comprar uma fatia de várias bolos, beber refrigerantes...
O Grupo de Cantares de Aldeia de Joanes, cantou e representou momentos relacionados com o ciclo do pão: a ceifa e a malha. Foi muito bonito vê-los!
Seguiram-se os jogos tradicionais, onde as equipas se divertiram a valer. Primeiro a corrida de sacos, depois encontrar lenços na palha, rebentar balões de olhos vendados, amassar três bolas de pão e levá-las até ao forno.
Algum tempo depois fomos jantar. Havia sopa, enchidos, pão caseiro, bifanas... As papas de carolo estavam deliciosas!
Feitas as contas dos tempos das equipas, o Professor Nuno anunciou os vencedores e entregou os prémios.
Seguiu-se a actuação da Tuna Académica Castra Leuca, do IPCB, que cantou músicas muito divertidas.
Por fim, o Rui Freire tocou e cantou, continuando a animar a festa. Cantámos e dançámos! A festa foi muito divertida!
.

.

Texto: Mélanie Borges e Pedro Melfe - 3º ano

FESTA DO CICLO DO PÃO - 1

..
No dia 18 de Junho festejámos a festa do Ciclo do Pão. Os alunos reuniram-se na escola sede e foram a pé até à seara, acompanhados por um grupo de bombos.
Quando chegámos, eu e o Miguel demos as boas vindas lendo um texto. Logo de seguida a turma do 4.º ano apresentou um teatro que se chamava "A Galinha Ruiva".
Como somos finalistas e vamos deixar esta escola, lemos poemas para a professora. Ela ficou muito contente e começou a chorar porque em breve nos vamos separar.
Fomos brincar enquanto decorriam os jogos tradicionais: a corrida de sacos, a procura de lenços no meio da palha, rebentar balões com farinha e amassar o pão e levá-lo para o forno.
Jantámos. Depois a Tuna Académica Castra Leuca actuou, e de seguida Rui Freire.
Foi muito divertido, eu adorei e sei que vou ter muitas saudades desta escola e da professora. Estes últimos dias tenho que aproveitar ao máximo!
.
Texto: Margarida Alves - 4.º ano

.
.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

PROGRAMA DA FESTA

.
18:30 - Recepção dos alunos na escola
18:45 - Partida para o local da festa com um grupo de bombos
19:00 - Boas-vindas. Dramatização da obra "A Galinha Ruiva", pelos alunos do 4.º ano
19:20 - Momento musical com o Grupo de Cantares de Aldeia de Joanes. Encenação da ceifa e da malha
19:40 - Corrida do Pão (actividade lúdica com a participação de pais e filhos)
20:30 - Jantar: sopa da malha, enchidos, pão caseiro, papas de carolo
21:30 - Tuna Académica Castra Leuca do IP de Castelo Branco
22:15 - Animação musical a cargo de Rui Freire
.
Na festa, para além das habituais tendas para venda de senhas e serviço de bar, funcionarão ainda uma quermesse e um local de venda de produtos caseiros: pão, doce de cereja e bolos.
.
.

O CENÁRIO DA FESTA

..
Quem já participou nas anteriores festas do Ciclo do Pão sabe que o evento tem como cenário natural uma seara de trigo e centeio, plantada na presença dos nossos alunos, que têm acompanhado o seu crescimento ao longo do ano.
Pois bem, este ano, no cenário da festa, a seara vai ter a companhia de quatro espantalhos guardiões, correspondentes às quatro turmas da nossa escola.
Deram que fazer, pois não queriam debutar na comunidade vestidos de qualquer maneira, mas amanhã lá estarão a abrilhantar o espaço. E, no meio de tanta gente alegre e comunicativa, vão com toda a certeza sentir-se bem, dando um toque diferente à festa.

.,
.
.

.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

A MÚSICA DA FESTA

.

A Tuna Castra Leuca em actuação
.
A Festa do Ciclo do Pão foi pensada para que não lhe falte a animação, e nesse aspecto a componente musical vai ter um papel preponderante.
Assim, para começar a abrir o apetite vamos ter um grupo de bombos, que acompanhará os alunos da escola até ao local da festa.
Uma participação indispensável será a do Grupo de Cantares de Aldeia de Joanes, verdadeiro guardião das canções de outrora. A enquadrar a sua actuação serão apresentados dois quadros de época: a ceifa e a malha.
Depois do jantar a animação vai subir de tom. Primeiro com os estudantes da Tuna Académica Castra Leuca, do Instituto Politécnico de Castelo Branco, um grupo premiado em vários festivais. Segue-se a actuação de Rui Freire, cuja versatilidade musical promete transformar a festa num pequeno arraial.
Como vê, as sugestões são diversas e de qualidade. Fica apenas a faltar a sua presença.
.
.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

A GASTRONOMIA DA FESTA

..
A gastronomia da festa é bastante cuidada, pretendendo conjugar a tradição dos sabores de outrora com a exigência dos consumidores de hoje.
Tendo essa preocupação como pano de fundo, ao longo das quatro edições tem-se vindo a impor uma ementa composta por sopa da malha, carne cozida entremeada, morcela, chouriça, farinheira, moiro, pão caseiro e papas de carolo. Tudo comidas forjadas e aperfeiçoadas ao longo de gerações, retemperadoras para a árdua tarefa da lida nos campos.
Os números impressionam, traduzindo bem a dimensão do evento.
.
Sopa da malha
90 Kg de batatas
12 litros de grão
15 Kg de feijão verde
10 Kg de cenoura
10 Kg de cebola
Azeite q. b.
Sal q. b.
.
Carnes e enchidos
25 Kg de carne entremeada
20 Kg de febra
20 Kg de chouriça
15 Kg de mouro
15 Kg de farinheira
15 Kg de morcela de arroz
.
Papas de carolo
5 Kg de carolo
20 litros de leite
10 Kg de açúcar
4 laranjas
Canela q. b.
.
Pão
120 Kg de farinha
.
Pois é, agora só falta, no próximo sábado, vir até à nossa festa e deliciar-se com estes acepipes. De certeza que será bem-vindo.
.
.

VISITA À ESCOLA SERRA DA GARDUNHA

..
Hoje, 15 de Junho, a nossa turma visitou a Escola Serra da Gardunha, a sede do nosso Agrupamento.
À entrada da escola o porteiro anunciou a nossa chegada, subimos as escadas e entrámos no átrio principal, onde estava a D. Lucília à nossa espera.
A D. Lucília foi quem nos mostrou a escola: reprografia, secretaria, sala de professores, BECRE, salas de aula, casas de banho, sala de Informática, sala de EVT, Unidade de Multi-deficiência, onde vimos o Alexandre do 1.º ano.
Visitámos também o pavilhão desportivo da escola, onde se fazem as aulas de Educação Física.
A melhor surpresa da visita foi conhecermos a sra. Directora do nosso Agrupamento e termos falado com ela.
Depois fomos almoçar no refeitório da escola.
A visita foi muito positiva pois fomos conhecer a nossa futura escola, de que gostámos muito.
.
Texto colectivo - 4.º ano
.
.

terça-feira, 14 de junho de 2011

CORRIDA DO PÃO

..
A Festa do Ciclo do Pão irá ter, de novo, uma vertente lúdica. Nesse contexto se insere a Corrida do Pão, que obedece ao seguinte regulamento:
.
A corrida do Pão é uma prova destinada a equipas, compostas por dois elementos: pai, ou mãe, e filho(a).
A prova terá quatro etapas, sendo estas disputadas em diferentes momentos.
.
1.ª etapa - A equipa corre até à seara, onde estarão lenços vermelhos escondidos num monte de palha. A prova termina quando a equipa encontrar os dois lenços.
2.ª etapa - Corrida de sacos, com paragem num ponto intermédio onde terão que responder a uma pergunta relacionada com o ciclo do pão. Assim que respondam à pergunta, reiniciam a corrida até chegarem à meta.
3.ª etapa - Um elemento da equipa, de olhos vendados, terá que rebentar um balão que estará suspenso. As indicações serão dadas pelo outro elemento da equipa, nunca podendo haver qualquer tipo de contacto físico (cada equipa disporá de 1m 30s para completar a prova).
4.ª etapa - Depois de separar uma medida de cereal, os elementos terão que lavar as mãos e amassar três pequenos pães (bolas) que terão de colocar numa pá e levar para um local convencionado perto do forno.
.
A equipa vencedora será a que gastar menos tempo na realização das quatro etapas.
.
Ainda outra coisa: todos os materiais necessários serão fornecidos pela organização.
.
.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

O CARTAZ DA FESTA

..
.

AS PLANTAS: INFUSÕES, AROMAS, TEMPEROS...

..
Das plantas sabemos da sua preponderância na nossa vida: no ar que respiramos, nos frutos, na medicina, nas essências...
Neste ano lectivo todas as turmas do 2.º ano do Agrupamento de Escolas Serra da Gardunha desenvolveram esta vertente, num projecto agregado ao Prémio Ilídio Pinho. Estudou-se a germinação, registaram-se as fases de crescimento, anotaram-se características.
Outro dos aspectos desenvolvidos foi o aproveitamento das plantas. A nossa turma do 2.º ano, tal como comprovam as fotos, "especializou-se" nas infusões, nos aromas e nos temperos, tornando o tema do projecto mais abrangente.
Esta turma está de parabéns, sem dúvida, pelo trabalho desenvolvido, tendo alargado os seus horizontes numa temática de grande importância para todos.
.
.

domingo, 12 de junho de 2011

PROBLEMA DA SEMANA 15 - RESULTADOS

.
Pronto, chegou a hora de fazermos o balanço do último problema da semana deste ano lectivo.
As contagens requerem perícia e algum treino e, com o passar do tempo, os nossos participantes foram melhorando as suas competências a este nível. Nem sempre acertam, é um facto, mas andam quase sempre lá muito perto.
O problema desta semana, que implicava a contagem de triângulos, foi muito disputado. Mas, para dissiparmos as dúvidas do número correcto, vamos já conferir o número de triângulos existentes na figura. Ora contem...






.














.
Todos contaram 40? Contaram bem, pois é essa a resposta certa. E desta vez, para não variar, o vencedor voltou a ser o João Baptista, logo seguido da Ema Bianca, do Henrique e do Pedro Rocha.
Parabéns, João!
Como foi referido lá atrás, este foi o último problema da semana deste ano. Mas no próximo ano lectivo haverá mais, com certeza.
Saúde e bons cálculos para todos!
.
.